h1

Roger Establet

13/03/2009

 

Roger era um homem modesto, que tinha tarefas burocráticas. Ele era secretário da École, ocupava-se do internato, da maneira como cumpríamos nossas obrigações na escola, tomava conta de maneira muito gentil.

Depois, tornou-se professor, ficou responsável por um certo número de aulas, sobretudo dos cursos de preparação para a agrégation. Eram cursos de filosofia muito bem feitos, sobre Maquiavel, e alguns foram publicados. Eram aulas durante as quais Althusser mostrava que estava prestando muita atenção em preparar seus alunos para a agrégation, a lhes ensinar o que era uma dissertação, a lhes fazer sentir seus pontos fortes e fracos. Ele corrigiu muitas das minhas dissertações, ensinou-me mesmo a redigir a dissertação. Foi um verdadeiro professor. Ele também se ausentava muito porque estava gravemente doente.

E o tempo que ele esteve na escola, ele se mostrava presente, era um verdadeiro professor. Desse ponto de vista, ele era bastante modesto, não ficava tentando mostrar sua originalidade como outros professores, que ensinavam seus próprios trabalhos. Ele era um professor clássico.

Ficamos realmente impressionados, quando ele criou um texto sobre o jovem Marx, a falta de ar que utilizou, porque ele transformou Marx de uma maneira paradoxal. Porque , no fundo, a maneira como ele abordava Marx era um pouco o que costumávamos ver quando os Filósofos Courrier ou Guéroult  abordavam a História da Filosofia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: